BEM VINDAS

QUEM GOSTA DE MAMAS

Mostrar mensagens com a etiqueta EU. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta EU. Mostrar todas as mensagens

quinta-feira, agosto 4

Outra vez!

Imaginas o que me vai na alma?
Uma vez penso que sim,
outras vezes penso que não,
outras tantas vezes nem fazes ideia!
Ainda penso em ti,
meus pensamentos fogem
quando quero manter-me distraído.
Quando se olhamos um no outro,
meus olhos viram de direcção,
cuidadosamente porque não sei
o que poderá acontecer de novo!
Da ultima vez que fiz (zemos) isso,
apaixonei-me por ti. ..
Não, tu não fazes ideia disso!
Quer que fiques ou que vás,
quer que regresses ou esqueces,
nunca deixarei de me sentir ou sentir-te.
Quer que sejas feliz longe,
quer que outro te faça feliz,
ninguém apagará nossa história.
Quer que me deixes em paz,
nunca me esquecerás de vez.
Esquece-me outra vez,
apenas outra vez,
ou então esquece-me de vez.
Éramos nós outra vez,
mas repara no que nos aconteceu!
Desditoso tempo que nos fez esquecer,
malditos olhos que caçaram os teus,
tu esqueces-me outra vez,
um pouco de cada vez,
eu esqueço-te de vez,
por fim esqueço-te outra vez. ..

by mghorta

terça-feira, agosto 2

Amantes Secretos!


Pensar não dói, penso e repenso, gosto desta forma de fazer doer a alma, indo devagar e aos poucos invadindo até às entranhas, deixar que meu coração enlouqueça por momentos, devagar e devagarinho.
Pelos intervalos nem sequer pensar, sem recreio, sem pátio, não penso nem procuro qualquer pensamento, neste desespero, nesta demência, no delírio, nos desejos, criando planos para tentar chegar à meta, fazer-te na plenitude de uma certa forma dar largas ao meu ego de masculinidade.
No repensar vou sonhado estar contigo, possuir teu corpo, entranhar tua carne, ou apenas ser teu escravo secreto, teu amante, ser dominado, possuído pelos teus desejos, palmo a palmo descobrindo tuas curvas, deixar de pensar quem sou, ser somente teu. ..
Abrir lentamente teu vestido, percebendo os arrepios de teu corpo pela suavidade de minhas mãos, desabotoar botão a botão até sentir o pulsar de teu coração. ..
Passear dedo a dedo tuas costas, contando a constelação de sinais um a um, esquadrinhar teu fecho de soutien com a língua sôfrega de tesão, aos poucos descobrindo os teus seios, degrau a degrau descobrindo as curvaturas do teu corpo, os segredos nele escondidos, até que meus lábios percebam a vastidão do teu universo corporal, sentir teus arrepios até à contracção do prazer e finalmente sentir-me unicamente teu.
Por fim na selectividade dos momentos olhar tua silhueta totalmente nua, admirar todos os teus traços suados, deitar-me a teu lado e repousar minha cabeça nas dunas de teu peito, ver apenas a vastidão de teu corpo, toda a tua silhueta sem folga, sem espaços, só eu e tu envolvidos nus, num único abraço, enrolados sem espaço corporal, abraçados, deitados, colados com o silêncio do quarto simplesmente como amantes secretos que somos.

by mghorta 

Proposição!


Repentinamente veio a saudade,

do que estava bebendo. ..


Tive saudade e lembrou-me do que faltava,


qual seria a bebida?


Procurei a beber copos,


copos atrás de copos e dei com tua boca.


Tinha saudade tuas,


a bebida eram teus beijos!!!



by mghorta 


terça-feira, julho 5

Quem Sou!


Perdi minha identidade, 
de cavalheiro e de homem,
vesti-me de mil fantasias,
perdido nos desejos como de beijos,
inocente por vezes,
malicioso a tempo inteiro,
apaixonado tantas vezes,
carente de muitas caricias,
desejado bem como odiado,
sou o que sou e por vezes 
o que querem que eu seja,
homem ou garoto,
querendo mandar e não dominado,
transformado em outro ser,
não sei a minha própria identidade,
perdi a felicidade
em querendo saber quem sou!

by mghorta


Identidade!


Perdi minha identidade, 
de cavalheiro e de homem,
vesti-me de mil fantasias,
perdido nos desejos como de beijos,
inocente por vezes,
malicioso a tempo inteiro,
apaixonado tantas vezes,
carente de muitas caricias,
desejado bem como odiado,
sou o que sou e por vezes 
o que querem que eu seja,
homem ou garoto,
querendo mandar e não dominado,
transformado em outro ser,
não sei a minha própria identidade,
perdi a felicidade
em querendo saber quem sou!

by mghorta

sexta-feira, julho 1

Coração. ..


Abre teu coração,
ou arrombo a janela!

segunda-feira, junho 27

Pecado!


Falaste-me em pecado,
faz assim,
avança em mim!

Não penses,
dispensa o pudor,
avança como for
mesmo que cause dor,
vem por inteira
ficando ao meu dispor. ..

Quero,
quero-te,
espero-te,
seja por amor,
seja por paixão,
lambuza meu tesão,
me usa com todo o ardor,
esquece o pecado,
somos frutos do mesmo.

by mghorta

quarta-feira, junho 22

Primeiro Amor!


Louco de amor procurei 
remédios no dia a dia,
a dor do amor a gente cura,
mas amar como a gente amou,
jamais será amado nunca
como no primeiro Amor!

by mghorta


Sem Palavras!


A enormidade deste Amor,
não se escrevem com palavras,
só uma vontade louca 
de te amar agora 
até ao acordar do dia,
perdido nos teus beijos,
sensível aos teus toques,
enfim. ..
Sem palavras ser eternamente Teu!!!

by mghorta

sábado, junho 11

Descrever!



Na universalidade do tempo te descrevo,
apesar de estares nua não te querer,
por inteiro ou formato como te descrevo,
o vento no seu bater me ajuda te descrever!

Na universalidade quase te ouço,
mutante, ambulante sempre perto
tens ganas de me matar constantemente,
persistente-mente e segues com a mente!

Parte ou inteira respirar-te
sugar-te com minerais e sais,
euforia das nossas vontades digitais.

Se é amor fico contigo,
sendo assim me descreve e fica comigo.

by mghorta

quarta-feira, maio 25

Encontro!


Excita-me pensar em nós,
meu corpo incendeia-se,
cada vez que me lembro,
suo com os pensamentos
de aqueles nossos momentos.

É como brasas que queimam
por dentro fico em brasa,
por fora todo o meu pelo ouriça.

Tesão ou gozo,
é uma crueldade estar só,
solitário acalmo a mente,
toco-me para apagar o fogo
não me furtando ao gozo.

Sozinho chego ao orgasmo,
é como se tivesses-mos encontro
marcado todas as noites e sempre
contigo aqui ao meu lado!

by mghorta

Aposta!


Quis com o Tempo apostar!!!
Apostei que nada dura para sempre,
tal como a chuva o Sol e a distância!!!

Apostei não com a pessoa,
aposta do que sentia no momento,
não que a chuva me afogue,
não que o Sol me torre,
nem sempre a distância nos separa. ..

Sei que quando voltares,
irei provar ao Tempo que ele errou,
porque o que sinto é nosso Eternamente!!!

by mghorta 

terça-feira, maio 17

Traduzir-me!


Parte de mim é mundo,
outra parte ninguém,
fundo sem fundo.

Parte de mim é multidão,
outra parte estranheza e solidão.

Parte de mim é peso,
outra parte pondera ou delira.

Parte de mim almoça ou janta,
outra parte se despoja e espanta.

Parte de mim é permanente,
outra parte se some de repente.

Parte de mim é vertiginoso,
outra parte perigoso.

Traduzir-me uma parte da outra,
resume-se numa questão de vida ou morte.

by mghorta

sábado, maio 14

Foges Comigo?

Faz tanto tempo que tanto te quis,
portanto quanto tanto te haverei querer!
Tanto que certamente quebrarei distâncias,
também quererás encurtar para nos termos. 

Tanto e muito tanto iremos entrelaçar
nossas mãos num frenético e desejoso
encontro num olhar primaveril
tanto que as mãos ambas ternas,
adoçadas acolhendo beijos joviais.

Tanto te aguardo para uma pergunta
assumida que de estranha nada tem
no arrepiar indelével de nossas peles
como que se duvida cicatrizasse
a bravura de decisão de quereres ou não
do tanto te querer Amor! Foges Comigo?

by mghorta

quinta-feira, maio 12

Fases!


Tenho fases como a Lua,
uma vezes Anjo,
outras vezes Diabo,
mas serei sempre a que 
mais me alimentares.

by mghorta

 

domingo, maio 8

Transgressor,


Desconheço limites,
infringindo normas
transgredindo regras
ultrapasso marcos
meu interior insano
instiga-me e me impele
a cometer delitos
sou transgressor
devasso violador
do que é pré-estabelecido. 

O Cio da Leoa


Sozinho!

Sozinho nas noites quentes,
cerro os olhos e imagino-te
no meu ventre aconchegada,
teu jeito pede amor carinhoso.
Fica assim querendo e pedindo
entre minhas pernas o teu gozo
escorrendo em tua boca
o meu gosto viciando o silêncio,
na cama deliciando-me com
imaginação o teu suor,
tuas mãos em meu corpo em ebulição
acorda meu tesão,
querendo te penetrar com paixão
mostrando descarado como fico
quando penso em ti,
excito-me tocando-me
ao imaginar tua boca ciosa,
tua pele arrepiada
me agoniza eu sozinho
aqui a pensar sem ti. ..

by mghorta




terça-feira, maio 3

Morreu!


Oh estado de morte, oh noite inimiga,
nesta escuridão muito eu suspiro!
Calado testemunho do meu respiro,
dos meus desgostos da vivência antiga!

Dos amores que somente eu os diga,
dei pio agasalho e mantos,
ouvi-os constantemente por encanto,
durmo cruel, fizeram-me delirar com briga.

E vós, oh cortesãs da escuridade,
fantasmas vagas, almas vingadoras,
inimigas tanto como eu da claridade!

Bandido acudi aos vossos clamores,
querendo a vossa medonha saciedade,
fartou meu coração viver vossos horrores.

by mghorta (citando rimas de Bocage)

sábado, abril 23

Ajoelho. ..



A ti me ajoelho e suplico,
te diluo nesse ritual secreto,
sei de ti quando te beijo,
conheço tuas dobras e bordas,
onde aconchegas meus sonhos
acomoda-te  nas minhas ancas
por nada de ti me defendo,
apenas mesmo a ti pertenço.

by mghorta

terça-feira, abril 19

Tuas Mãos!


Não sei te tuas mãos me tocaram
tanta leveza que nenhuma marca ficou,
tão leves que pela certeza foi sonho,
ou apenas sonhei que as queria na minha pele,
árido de tuas carícias,
ávido de tuas mãos,
não sei se foste tu que escreveste
salivando poemas no meu corpo nu,
poemas serpenteando como rios,
segredando e ao mesmo tempo molhando,
nunca tinhas dito antes estas palavras,
não sei se rios ou apenas sonhei,
deserto estava eu que tua saliva
não fossem só meras palavras,
tão ténue e tão breve,
fiquei sem saber se tuas mãos me tocaram
ou se apenas sonhei com tuas mãos.

by mghorta

VOLTE DE NOVO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...