BEM VINDAS

QUEM GOSTA DE MAMAS

quinta-feira, abril 24

Sinais...


... de caminhos percorridos,
vestígios de lugares,
sem roteiros, mapas ou bússola,
deixei sinais de perdido,
trilhos não caminhados antes,
arribas descontinuadas,
veredas de teu desatino,
que me enredaram como teias,
confiante nos teus sorrisos,
agora nem sei onde estou,
sei que estou perdido,
em rastos de frio,
fragmentos de momentos,
rupturas de teus olhares,
continuo por me reencontrar.

by mghorta


Confissão de uma puta.


Para que quero teu amor,
muito menos quero teu carinho,
nem sequer pretendo o teu cheiro,
não me chames de 'teu bem',
nem te atrevas a presentar teus pais,
eu não quero ser tua namorada,
tenho a noção de quem sou,
também sei qual o meu lugar,
tudo que vier por acréscimo é lucro,
sou mundana,
fria que nem gelo,
sou forte,
sou frágil,
sou de quem me pagar,
sou de quem me fode forte,
nunca irei ser teu amor,
não sou de famílias ricas,
muito menos pretendo a ter,
sou suja porque vivo na lama,
fodo com todos e nem preciso de cama,
em suma...
sou uma puta,
frigida e soberba,
meu senhor é o dinheiro.

by puta qualquer


quarta-feira, abril 23

Amar!


As vertentes do amar é mandar, achar quem possa amar, obedecer, até mesmo fingir que se obedece aos enlaces do amor. 
Amar é fazer um batido de banana pela manha, é dizer bom dia espreguiçando o esqueleto com os braços estendidos para a outra metade, sorrindo e com olhos remelosos dizer mansamente; 'Vem cá amor'
Amar  é ter quem nos aqueça os pés durante um sono repousante sem pedir, é comemorar um dia com um longo beijo, é conversar começando pelo fim sem saber a pergunta. 
Ama quem sai pela rua batendo fotos pelas verduras de um parque, pelas noites estreladas ou pelos dias cinzentos como que dançar debaixo de chuva. 
Amar é perguntar; 'ainda dormes', é levar o amor a jantar às sextas-feiras à noite, é levar quem se ama ao cinema aos domingos, é fazer sexo na hora, saber morder o pescoço, lamber a orelha, beijar as pestanas, morder os lábios e saber fazer dança de língua quando se beija, fazer sexo sem olhar horas e locais.
Amar é tanta coisa que eu passaria aqui a descrever uma infinidade de circunstâncias que você leitora me passaria AMAR  sem saber a verdadeira razão porque me ama.

by mghorta

Corpos uno.


Deitados sob um céu estrelado nossos corpos queimam, como vulcões amassando as roupas acetinadas, dançando os corpos ao som relax_music num ritmo doce e prazenteiro, aproveitando ao máximo o elixir dos nossos corpos num suor sexuado, lutando contra a corrente rubra dos raios solares entrando pelas frestas da janela como que querendo nos acordar do êxtase diário do nosso amor.

by mghorta





Amanhecer para a realidade.



Apesar de chover lá fora,
apesar do frio que sinto,
a alvorada está quente,
minha mente vagueia em sonho,
insónia dura incurável,
cerro os olhos e vejo caminhos,
neles vagueia teu rosto meigo,
imagino-te beijando meu corpo,
corpos unidos neste leito,
teus lábios colados nos meus,
línguas serpenteadas e molhadas,
aqueço-me colado ao teu corpo,
navego delicadamente na tua pele macia,
ouço o bater de teu coração,
nas descompassadas batidas do meu,
a paixão penetrante do desejo,
vou murmurando promessas de amor,
expeles hálito quente de clímax, 
tua face ruborizada me endoidece,
o amor acontece num longo orgasmo...
O telefone toca,
abro os olhos e não te vejo,
atendo pensando ouvir tua voz doce,
no outro lado da linha apenas o serviço despertador,
amanheceu e acordo de novo para a realidade.
só ficou a certeza de que passei mais uma noite,
amando-te na minha eterna solidão.

by mghorta





VOLTE DE NOVO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...